Medos e Inseguranças

Eu não sei vocês, mas eu tenho um problema com motivação: coisas que eu gosto de fazer e simplesmente não tenho vontade de fazer. Provavelmente seja algo para se discutir em alguma terapia, mas eu tenho medo de ir em psicólogos e afins. Nem perguntem o porquê.

O que acontece é que todos nós somos cheios de medos e receios e geralmente não queremos enfrentar isso; o meu problema com motivação, por exemplo, é puro medo. Aliás, medo e insegurança são sentimentos que todos nós confundimos e sabe como se descobre a diferença? Enfrentando aquilo que você acha que é medo.

Sentir medo e insegurança na adolescência é muito normal, afinal, nós estamos em constante mudança e não temos certeza de nada na nossa vida e isso faz parte do nosso processo de amadurecimento, não que quando formos adultos não teremos inseguranças e medos nunca mais, só diminui um pouco. Na realidade, eu uso o termo “adulto” e “adolescente”, mas muitas pessoas só se descobrem depois de adultas, isso não tem nada a ver com a idade.

Toda a imprevisibilidade do nosso futuro sempre vai nos acompanhar, pra onde quer que formos, o importante é fazer dela uma boa amiga e não uma inimiga.

Conheço gente que morre de medo de mudanças, de ser esquecida (o), de acabar sozinho (a) e por aí vai, todo mundo tem seus próprios medos e isso afeta a vida de cada um de um jeito único, cabe a nós simplesmente não deixar que isso nos afete tanto e começar, mesmo que com passos pequenos, a enfrentar tudo isso.

Afinal, ainda temos muito o que viver e não vai ser aquela insegurança ou medo bobos que vai te impedir de ser um pouquinho feliz, pra sempre ou até mesmo por um pequeno momento que se tornará eterno na sua lembrança.

Tem medo de altura? Pule! A adrenalina da queda vale a pena no final das contas. Tudo aquilo que você se priva de sentir por medos e inseguranças podem ser experiências tanto positivas como negativas, mas tudo isso pode acrescentar alguma coisa em quem você é.

E aí, quais são seus medos e inseguranças? Divide comigo, ou simplesmente enfrente-os que já será de bom tamanho. Aliás, quais foram os medos que vocês já enfrentaram e depois perceberam quão bobo aquilo era?

Besitos, Carol Thaís.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s